Previsão do tempo
max. 30 | min. 25
Chuvas esparsas
Cotação
Dolar R$ 4,97
Euro R$ 5,37

Previsão do tempo

max. 30 °C

min. 25 °C

Chuvas esparsas

O Lucro Acima da Vida

Filme narra um dos maiores casos de contaminação no país


Confesso que tenho uma falha de pouco ver filmes nacionais. Nada grave mas é apenas porque muitos dos temas e abordagens não me agradam (como as comédias, por exemplo), apesar que o atuação dos artistas nacionais é quase sempre impecável. Em 2014, a convite de um falecido amigo (que fazia um dos papéis principais)  assisti a pré-estréia de uma dessas exceções que abro a cada 5 anos: fui ver o filme ‘O Lucro Acima da Vida’, ficção baseada na história real da contaminação ambiental e de seres humanos conhecida como Caso Shell. Incidente este que foi, entre 1975 a 1993, um triste episódio de contaminação por agrotóxicos de trabalhadores da Shell do Brasil, depois Basf S/A, e dos moradores do bairro Recanto dos Pássaros, em Paulínia, onde a fábrica foi instalada.

Por anos de contaminação por agrotóxicos, pelo menos 77 ex-trabalhadores e moradores das imediações da fábrica morreram. A maioria em decorrência de câncer, e muitas outras permanecem doentes. Devido ao poder financeiro da Shell/Basf, a contaminação na fábrica de Paulínia foi negligenciada por anos pelo poder público e imprensa. 

O filme mostra a luta dos ex-trabalhadores para conseguir levar o caso à justiça e ter o devido reconhecimento e providências pelas autoridades competentes. Como resultado, eles receberam a maior indenização por dano moral coletivo já determinada pela justiça brasileira — R$ 200 milhões. O Tribunal Regional do Trabalho também determinou às empresas o custeio do pagamento de tratamento médico vitalício para 1.058 ex-funcionários e dependentes e indenizações individuais. No elenco temos a presença de Zezé Mota, João Vitti, Ailton Graça, Deo Garcez  e Denis Derkian.

O longa foi produzido pela Atesq (Associação dos Trabalhadores Expostos às Substâncias Químicas), Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas e Região e Fetquim (Federação dos Trabalhadores do Ramo Químico do Estado de São Paulo.) A produção contou ainda com centenas de doações de pessoas sensibilizadas e envolvidas na causa para finalizar o projeto que, pela temática, não atraiu patrocinadores.

O destaque que merece ser feito é a presença de um cubatense neste filme – em um papel de destaque (o vilão do enredo, o Presidente da Shell americana) – o talentoso Celso Batista, que também foi funcionário municipal daqui da cidade, na área da Saúde. Natural de Pindamonhangaba, havia adotado Cubatão como morada a alguns anos.

Com uma forte carreira consolidada principalmente no teatro, sempre nos grandes centros como a capital de São Paulo, Celso ainda teve várias participações em novelas do SBT e Bandeirantes e, até mesmo na produção Chiquititas do canal Telefe da Argentina. Enfim, um grande talento cultural e que deveria ter sido mais reconhecido pela cidade que ele adotou. Teria sido um excelente Secretário de Cultura. Talvez por isso nunca tenha sido nem cogitado. Infelizmente este incrível amigo nos deixou em 2019.

O cubatense Celso Batista (a direita) tem destaque no filme como o Presidente da Shell

Se ficou curioso você pode assistir ao filme inteiro pelo youtube neste link: https://youtu.be/6LcfwwcmeDA


Notícia atualizada em 07/05/2021 11h58

Compartilhar

Comentários

бнанс рестраця для США

23 de Dez 2023 - 21h04

Thank you for your sharing. I am worried that I lack creative ideas. It is your article that makes me full of hope. Thank you. But, I have a question, can you help me? https://accounts.binance.com/uk-UA/register?ref=WTOZ531Y

Deixe seu comentário

Notícias relacionadas

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Desenvolvido com ❤️ e ☕ por Julimar Jr.