Previsão do tempo
max. 30 | min. 24
Chuva
Cotação
Dolar R$ 4,95
Euro R$ 5,35

Previsão do tempo

max. 30 °C

min. 24 °C

Chuva

Bolinhas de gude são usadas em eleições presidenciais

País no continente africano utiliza método incomum para escolha de candidatos.


Em meio a esse clima pré-eleitoral do último dia 30 de outubro onde o Brasil teve 2º turno das eleições de 2022, resolvemos procurar sistemas eleitorais diversos de votação e descobrimos que, na Gâmbia, país que fica no continente africano, são usadas nas eleições bolinhas de gude ao invés de cédulas de votação ou urnas eletrônicas.

Ao contrário do que é tradicional nos demais países, na Gambia cada candidato tem a sua própria urna na qual os eleitores colocam pequenas bolas de vidro.

Isso mesmo. Lá as cédulas são bolinhas de vidro e as urnas são tambores.

Cada eleitor deposita uma bolinha no tambor com a foto de seu candidato e as cores do partido, as quais fazem o papel de urnas.

Na medida em que as bolinhas de vidro caem no tambor, eles batem em um sino para que o funcionário eleitoral perceba se alguém votou mais de uma vez.

O sino faz lembrar uma buzina de bicicleta, então, para evitar confusão, a circulação de bicicletas nas zonas eleitorais em dias de votação é estritamente proibida.

A contagem de votos é feita com o auxílio de tabuleiros com buracos para algumas centenas de bolas (entre 200 e 500). A ultima eleição ocorreu em 04/12/2021.

É um sistema único, introduzido em 1965, por causa do alto índice de ANALFABETISMO naquele país.

A Gâmbia, oficialmente República da Gâmbia, é um pequeno país da África Ocidental que rodeia o curso inferior do Rio Gâmbia. Tem uma pequena extensão de litoral Atlântico, a oeste, e uma extensa fronteira com o Senegal, que cerca a Gâmbia por todos os demais lados. Sua capital é Banjul.

A origem do jogo de bolinha de gude, como de diversas outras brincadeiras, é muito difícil de datar. São brincadeiras que passaram de geração para geração, por milênios.

Fomos ao pai Google e as primeiras notícias são do ano 3.000 a.C.: bolinhas foram encontradas em túmulos EGÍPCIOS.

O Museu Britânico tem em seu acervo bolinhas da Ilha de Creta, na GRÉCIA, datadas de 2.000 a.C. feitas de materiais diversos.

ROMANOS brincavam com nozes, que acabaram tornando-se símbolo da infância e dando origem à expressão nuces relinquere (que significa “deixar as nozes”) para se referir à passagem para a vida adulta.

No Brasil, as bolinhas trazidas pelos portugueses foram apelidadas “de gude” em referência ao nome das pedras redondas e lisas retiradas dos leitos dos rios.

Com o avanço da tecnologia elas perderam muito espaço. Sabemos que existe ainda uma Fábrica em Guarulhos que funciona há mais de 40 anos. Ela vende basicamente para lojas de brinquedos e a indústria de tintas que são usadas para misturar a tinta (Spray).

O dosador de bebidas também é uma bolinha de gude.


Compartilhar

Comentários

註冊即可獲得100 USDT

01 de Mar 2023 - 12h11

Can you be more specific about the content of your article? After reading it, I still have some doubts. Hope you can help me. https://www.binance.com/zh-TC/register?ref=GJY4VW8W

Brasil absolve lula ao conduzi-lo ao seu 3º mandato - Todos por Cubatão

04 de Nov 2022 - 21h04

[…] Bolinhas de gude são usadas em eleições presidenciais Notícia atualizada em 04/11/2022 21h04 […]

Deixe seu comentário

Notícias relacionadas

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Desenvolvido com ❤️ e ☕ por Julimar Jr.