Previsão do tempo
max. 27 | min. 20
Tempo limpo
Cotação
Dolar R$ 5,35
Euro R$ 5,75

Previsão do tempo

max. 27 °C

min. 20 °C

Tempo limpo

Livros salvando vidas com o projeto “Alimentando Conhecimento”

Relatos de pessoas que pegaram livros afirmam que tiveram suas vidas salvas.


Desde 2021 o projeto “Alimentando Conhecimento” vem colecionando histórias incríveis de superação com o simples ato de disponibilizar livros gratuitamente em geladeiras espalhadas pela cidade de Cubatão/SP. O que começou utilizando pastas, depois latas de tinta e evoluiu para uma “tábua de passar roupas”, acabou por adotar uma geladeira em frente ao seu estabelecimento comercial no bairro da Vila Nova, onde as pessoas podem pegar um livro e também doar para que outros possam ler.

A escolha de geladeira foi por proporcionar melhor proteção aos livros. E no início era troca, o comerciante Tarek Khalil, proprietário de um depósito de materiais para construção, disse que começou despretensiosamente achando que seria apenas uma geladeira.

Hoje são 8 (oito) geladeiras espalhadas pela cidade e mais 4 (quatro) estão ficando prontas, apenas esperando novos livros.

Mas o que impressiona não é a quantidade e sim os relatos de pessoas que pegaram livros e disseram ter suas vidas salvas.

“Um Rapaz (apelidado de Osasco) morava ao lado do PS infantil (morador de rua), 48 anos de idade, pegou um livro religioso. Alguns dias depois retornou de cabelo cortado e penteado, chinelo nos pés e totalmente mudado. Disse que após 24 anos usando droga (crack), após a leitura do livro, resolveu abandonar o vício. Saiu de casa com 24 anos de idade”, disse Tarek. Depois desse relato resolveu ajudar e o colocou no ônibus para retornar a cidade natal. 4 dias após, o rapaz ligou dizendo que a mãe havia aceitado ele, já que o motivo de sua saída de casa tinha sido uma gravidez indesejada de uma vizinha e os pais não aceitaram e correram atrás dele.

Outro relato mais chocante é de uma mulher que ia cometer suicídio.

“Cheguei na loja, e de costume sempre confiro o fluxo. Se está bagunçado, sei que saiu livro. Veio uma senhora e me abraçou. Disse que havia perdido sua aposentadoria, não conseguia mais pagar o aluguel e tinha decidido se matar com uso de chumbinho. A ideia era ir para ponte do rio Cubatão, tomar o chumbinho e entrar no rio. Como não sabia nadar morreria afogada ou em decorrência do veneno”. O livro era espírita. “O chumbinho ela me entregou e ainda tenho ele na loja”.

Outras mensagens via celular são impressionantes conforme essas duas abaixo.

Atualmente o projeto está precisando de doações de livros para continuar expandindo.

Quem estiver interessado, basta mandar uma mensagem para o celular (13) 99144-6150 que ele busca, ou, se alguém quiser doar basta levar até alguma geladeira ou entregar no seu comércio que fica na Rua Dom Pedro II, n. 41, Vila Nova, Cubatão/SP.

LEIA TAMBÉM


Compartilhar

Comentários

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

Notícias relacionadas

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Desenvolvido com ❤️ e ☕ por Julimar Jr.