Previsão do tempo
max. 24 | min. 21
Chuva
Cotação
Dolar R$ 5,23
Euro R$ 5,59

Previsão do tempo

max. 24 °C

min. 21 °C

Chuva

PANQUECAS AMERICANAS

Duas deliciosas receitas de panquecas doces, gordinhas e fofinhas, no estilo americano.


Bem-vindos à coluna  mais saborosa de Cubatão! 

Puxem uma cadeira e fiquem à vontade. 

O tema de hoje é mais uma delícia de origem controversa, mas quase unânime no quesito gostosura, as panquecas.

Assim como acontece com diversos pratos clássicos, não se sabe ao certo como ou quando as pessoas passaram a preparar e consumir panquecas. Há evidências de que elas tenha surgido cerca de 9 mil anos atrás (alguns falam em 30.000 anos), há ainda a versão de que uma mulher descuidada teria derramado sem querer um pouco de mingau sobre o fogão e assim tenha surgido a primeira panqueca.

Foram descobertos restos desse delicioso alimento no estômago de Otzi, o Homem do Gelo, cujos restos humanos datam de 5.300 anos. Já na Grécia e Roma antigas, panquecas eram feitas com farinha de trigo, azeite, mel e leite coalhado. Pode-se encontrar na literatura escritos sobre as panquecas, como em poemas dos gregos antigos, Cratinus e Magnes, ou ainda em obras do bardo inglês William Shakespeare.

Apesar de não se saber a data correta de sua criação, é certo que há milhares de anos muitas pessoas têm se alimentado delas, especialmente na primeira refeição do dia, o café da manhã.

Durante o Renascimento inglês, as panquecas eram temperadas com especiarias, água de rosas, xerez e maçãs.

O nome “panqueca” começou durante o século XV, mas tornou-se padrão na América do século XIX, sendo que as primeiras panquecas americanas foram feitas com trigo sarraceno ou fubá. Thomas Jefferson gostava tanto delas que enviou uma receita especial para sua cidade natal da Casa Branca.

Ainda que tenha os mais diversos nomes e ingredientes, podemos encontrar panquecas em todos os lugares do mundo, com as características culturais de cada localidade. Servidas tanto no café da manhã quanto no almoço ou jantar. Alguns dos exemplos de formas como podem ser encontradas são os crepes, latkes de batata, caixinha irlandesa, blini russo, crempog galês, poori indiano, palacsinta húngara e pannenkoeken holandês.

Com o passar dos anos, o consumo das panquecas passou a ser corriqueiro por toda da Europa, até que muito séculos depois, os criadores do conceito de culinária, os franceses, invocaram para si a autoria da receita, chamando as de crepes.

No Brasil o costume maior, mas não exclusivo, é o consumo da panqueca como prato principal, com uma massa mais grossa e salgada, com recheios variados, enroladas, com ou sem molho. Já nos Estado Unidos, a tradição é consumi-las no café da manhã, sendo mais grossas do que os crepes franceses ou as nossas panquecas, tendo cerca de meio centímetro de altura, muitas vezes servidas numa pilha de panquecas.

As mais clássicas são as doces, cobertas de manteiga, geleia, mel ou maple syrup (ou xarope de bordo). Mas as salgadas não são descartadas, geralmente acompanhadas por salmão defumado e cream cheese.

Sabiam que existe até um DIA DA PANQUECAS (PANCAKE DAY)? É uma celebração de origem inglesa que acontece na terça-feira gorda, feriado de festa antes da quaresma, ou o equivalente à nossa Quarta-feira de Cinzas.

E dessa vez deixarei para vocês duas receitas de panquecas que fazem um enorme sucesso com todos, as fofinhas e gordinhas pancakes americanas e as de chocolate.

Bom apetite!

PANQUECAS DE CHOCOLATE (rendimento de cerca de 8 a 10 unidades)

– 2 gemas
– 2 claras em neve
– 3 colheres (sopa) açúcar
– 1 1/3 xícara de leite
– 3 colheres (sopa) manteiga derretida
– 1 colher (chá) extrato de baunilha
– 1 ½ xícara de farinha de trigo
– ¼ xícara de chocolate em pó
– 100 g de chocolate meio amargo picado
– 2 ½ colheres (chá) fermento em pó

MODO DE PREPARO
– Bater as gemas com o açúcar até esbranquiçar.
– Adicionar leite, manteiga e baunilha. Reserve.
– Misturar os ingredientes secos e juntar aos líquidos.
– Suavemente incorporar as claras em neve.
–  Com uma concha levar a massa a uma frigideira quente com óleo ou manteiga. Deixar em fogo baixo para não queimar. Depois de cerca de 3 a 4 minutos, virar com cuidado para não quebrar.

Se quiser, servir com uma ganache de chocolate (derreter em banho-maria 150 g de chocolate meio amargo e 75 g de creme de leite).

PANQUECAS AMERICANAS (rendimento 6 a 8 unidades)
– 2 ovos
– 1 xícara (chá) de leite integral
– 2 xícaras (chá) de farinha de trigo sem fermento
– 4 colheres (sopa) de açúcar
– 2 colheres (chá) de óleo
– 1 colher (chá) de sal
– 4 colheres (chá) de fermento em pó.

MODO DE PREPARO
– Misturar os ovos com o açúcar e bater até esbranquiçar.
– Adicionar o leite e o óleo e incorporar.
– Junte o sal, a farinha de trigo aos poucos e o sal.
– Com uma concha levar a massa a uma frigideira quente com óleo ou manteiga. Deixar em fogo baixo para não queimar. Depois de cerca de 3 a 4 minutos, virar com cuidado para não quebrar.

DICA: As massas são mais grossas, não parecidas com as panquecas com que estamos acostumadas, por isso, ao colocar na frigideira ela não se espalhará.


Notícia atualizada em 27/05/2021 23h23

Compartilhar

Comentários

court sam bankmanfried 1.6b voyager

21 de Fev 2023 - 03h24

Reading your article helped me a lot and I agree with you. But I still have some doubts, can you clarify for me? I'll keep an eye out for your answers.

Cicero G Lopes

28 de Mar 2021 - 08h21

maravilhoso, o texto e as panquecas parecem saborosas. parabéns!

Deixe seu comentário

Notícias relacionadas

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Desenvolvido com ❤️ e ☕ por Julimar Jr.