Previsão do tempo
max. 28 | min. 24
Chuvas esparsas
Cotação
Dolar R$ 4,99
Euro R$ 5,40

Previsão do tempo

max. 28 °C

min. 24 °C

Chuvas esparsas

Roxinho representa no MP Estadual sobre PL dos diretores

A criação desse "trem da alegria" para apadrinhados precisa ser esclarecida, afirma o edil.


Dia 16/09/2021, o Vereador Roxinho(MDB) entrou com uma REPRESENTAÇÃO no Ministério Público Estadual contra o Prefeito de Cubatão, Ademário Oliveira(PSDB), no intuito de conseguir que a lei que trata do fim dos cargos de diretores de escola e assistentes de direção, substituindo-os pelo novo cargo de Gestor de Ensino, seja declarada inconstitucional.

O pedido defende que não precisa de muito esforço para perceber que “a olho nu”, a Lei Municipal n. 120/2021, originária do PLC 54/2021, é “absurdamente inconstitucional”, por criar 53 cargos com natureza de função gratificada (livre nomeação do prefeito), gerando aos cofres públicos anualmente um aumento de despesa de R$ 4,9 milhões.

A representação diz que a nova lei:

vai na contramão de todo o pensamento moderno de administração pública, qual seja, a primazia do ingresso em cargo ou função pública através de concurso público, como é o caso das funções extintas, em detrimento do apadrinhamento político, e a satisfação de interesses inconfessáveis para a acomodação de situações que sempre, inexoravelmente, vão contra o interesse público”

Ainda diz que, além de ir contra o “interesse coletivo”, durante a vigência da Lei Federal n. 173 de 27/05/2020, promulgada pelo Presidente da República Jair Bolsonaro, em razão da pandemia do COVID-19,

É PROIBIDO CRIAR CARGO PÚBLICO E É PROIBIDA A REESTRUTURAÇÃO DE CARREIRA PÚBLICA”.

“Entendemos como um retrocesso retirar cargos concursados de diretor e assistente para colocar “indicações políticas”, mesmo que funcionários de carreira.

Na visão do vereador, a inconstitucionalidade da lei municipal 120/21, É IRREFUTÁVEL E MERECE O DEVIDO REPARO LEGAL PELO PODER JUDICIÁRIO.

Por fim, ainda fala em afronta aos princípios da moralidade, eficiência e economicidade, e que precisa ser esclarecido, não só ao Ministério Público e ao Judiciário, mas, acima de tudo, ao contribuinte cubatense que vê uma farra a criação de um trem da alegria, custeado com o dinheiro dos seus impostos.

Entenda o caso:


Compartilhar

Comentários

Após Roxinho denunciar, lei que extinguiu diretores pode ser declarada inconstitucional! - Todos por Cubatão

15 de Fev 2022 - 16h20

[…] Roxinho representa no MP Estadual sobre PL dos diretores […]

María Aparecida

22 de Set 2021 - 13h48

Parabéns vereador estou rezando pelo senhor, vá em frente Cubatão precisa de gente como o senhor O meu muito obrigada Um dia terei oportunidade de te cumprimentar pessoalmente.. .. Deus está contigo

Deixe seu comentário

Notícias relacionadas

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Desenvolvido com ❤️ e ☕ por Julimar Jr.